Dicas

Posicionamento & Repercussão


Postada em 15/07/2020 às 02:46
Por Júlia Biude


O posicionamento de uma empresa faz parte de uma estratégia de Branding já planejada quando a marca é criada. Embora seja de acordo que se evite assuntos polêmicos e que divida muito a opinião pública, é bem comum achar proprietários que colocam em sua empresas opiniões bem particulares.
Existem várias formas de posicionamentos, um restaurante que se preocupa com meio ambiente e utiliza materiais biodegradáveis. Estabelecimentos Pet Friendly, que aceita a presença de animais. Já vi também bares que carregam mensagens de sua militância- seja qual for -, e atrai diversas pessoas que se identificam com a luta. Também são apostas lanchonetes veganas, que só trabalham com comidas sem nenhum tipo de uso de produtos de origem animal.
Seja qual for o posicionamento, é interessante que as empresas tenham claro o seu lado e as causas pelas quais vão lutar. Empresa que tem seus ideais claros passam mais credibilidade aos seus clientes.

Corona Vírus e as empresas

Nos últimos anos, é clara a cobrança dos consumidores pelo engajamento das empresas com causas sociais. Inclusive, isso passou a ser determinante no processo de compra. Olhar quais eventos as marcas patrocinam ou ajudam, faz com que alguém compre ou deixe de consumir determinado produto.
Em época de Corona Vírus, muitas empresas têm se posicionado e mudado a sua campanha para contribuir de alguma forma no combate a doença. Muitos mercados trocaram a sua propaganda de promoções por orientações para evitar o desespero e o estoque de alimentos.

E a repercussão?

Uma pesquisa realizada plataforma MindMiners a pedido do site Meio & Mensagem, mostrou que as pessoas esperam que as empresas se posicionem publicamente sobre o assunto. Cerca de 65% dos entrevistados se lembram de marcas que realizaram ações para ajudar no combate do Corona Vírus. Entre as citadas, a empresa que ganhou mais popularidade foi a Ambev, que anunciou a produção de álcool gel em suas fábricas. O produto será doado para hospitais públicos em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, cidades que concentram mais casos da doença.
Já trazendo a sardinha para o meu nicho, dois restaurantes se posicionaram publicamente sobre o assunto e tiveram repercussões totalmente diferentes. Observando as duas posturas, é possível aprender muito sobre responsabilidade social e a forma como o público enxerga um negócio.
O empresário Júnior Durski, um dos sócios da rede de hamburguerias Madero, publicou em suas redes sociais um vídeo criticando o isolamento social. Ele usou a frase “não podemos parar por cinco ou sete mil pessoas que vão morrer”. Uma semana depois, a rede confirmou a demissão de 600 funcionários.
Foi uma chuva de críticas e comentários sobre a marca. Vi muitas campanhas no Twitter e no Instagram de pessoas que falavam que nunca mais pisariam no Madero.
Outra rede que se posicionou sobre a pandemia e a crise causada pelo Corona Vírus foi o Outback. Com o isolamento social bem na época da Páscoa, empresas com estoques de ovos foram fortemente afetadas. Ao invés de descartar a sua produção, a empresa anunciou que doará os seus ovos de Páscoa para mercadinhos locais poderem revender e ganhar uma renda extra.
O número de menções sobre o Outback também foi bastante expressivo. O público elogiou e aprovou o posicionamento da marca.
Ambos os restaurantes foram fortemente afetados pela crise e pelo isolamento social. Ambos sofreram prejuízos por falta de clientes, mas o engajamento do Outback trouxe uma boa percepção pública.
As pessoas optam por restaurantes e marcas que exercem funções sociais. O impacto das decisões de seus CEOs são automaticamente transferidos para a empresa. Não considerar a opinião pública é um grande erro de estratégia, além de ser uma irresponsabilidade com a sociedade.

Responda sinceramente: onde você acha que as pessoas vão comemorar o fim da quarentena? No Madero ou no Outback?
Claro que sempre é possível gerenciar uma crise assim. Para isso é preciso de uma equipe multidisciplinar de Marketing e Assessoria de imprensa. Já falei sobre isso, você pode ler clicando aqui. Mas o assunto hoje é sobre posicionamento, sem adicionar mérito a nenhuma marca (embora acho que algumas merecem demais).


. gtag('config', 'AW-980488719')